Home Trabalhe na Kremer

chopp

A Cervejaria Kremer Chopp Kremer Chopp Kremer Express Kremer Franquias Boutique Kremer Blog Contato
 
 

Chopp Kremer

UM CHOPP DE ORIGEM

O chopp existe há mais de 5 mil anos e durante todo esse tempo sua receita foi sendo aprimorada até ser reconhecido como é nos dias de hoje. Desde o século XII os cervejeiros já sabiam que a água tinha um papel determinante na qualidade do chopp, assim a escolha da localização da fábrica era feita em função da proximidade de fontes de água muito boas.

É exatamente por isso que estamos aqui, na cidade de Morungaba, um dos 15 municípios paulistas considerados Estâncias Climáticas pelo Estado de São Paulo. É nesse cenário, uma região de serra, vizinha às cidades do Circuito das Aguas, que o Chopp Kremer é produzido, artesanalmente e com todo o nosso carinho para você.

Agora você poderá oferecer a seus amigos e clientes mais que um bom chopp, você poderá oferecer o Chopp Kremer.


CONHEÇA MAIS SOBRE OS TIPOS DE CHOPP KREMER

A Kremer Cervejaria investe na qualidade das matérias-primas, na contratação dos melhores profissionais e nos melhores fornecedores, estabelecendo um novo conceito para este mercado.

Chopp Kremer Pilsen: Produto cremoso, clássico e encorpado, produzido com malte e lúpulo importado de alta qualidade; o que confere ao produto excelente aceitação junto aos seus consumidores.

Chopp Kremer Escuro: Produto cremoso, suave, produzido com matérias-primas de alta qualidade, pode ser servido em todas as estações e harmonizado com os mais diversos pratos da culinária brasileira.

Chopp BlacKremer: É um chopp requintado e muito especial. Preparado com malte de alta qualidade, levemente torrado e com uma formulação exclusiva, proporciona uma experiência única àqueles que o saboreiam.


DICAS DA KREMER

DIFERENÇA ENTRE CHOPP E CERVEJA

• A diferença entre o chopp e a cerveja é que esta recebe mais uma etapa no processo de suafabricação: a pasteurização. O chopp é uma bebida mais fresca e não contém tanto gás.

• O Chopp Kremer não é pasteurizado e não contém aditivos. É leve, como o clássico paladar da baixa fermentação.

• Validade: geralmente os barris têm que ser consumidos em 15 dias. Depois de abertos, são no máximo 72 horas para o consumo, para que ele não perca suas características originais.

• Armazenagem: deve-se conservar os barris em um compartimento o mais fresco possível, por exemplo um balcão frigorífico. A temperatura deve ser mantida em torno de 2 a 4°C.

• Ingredientes do chopp: água de boa qualidade, malte (feito da cevada), cereais cervejeiros, carboidratos e lúpulo.

• Temperatura ideal: em um país tropical como o Brasil -2°C para que chegue à mesa e seja consumido a uma temperatura de 0°C.

• O famoso colarinho é recomendado para chopp porque a espuma ajuda a manter o aroma e o sabor, além de deixar a bebida com melhor aspecto.

• Copos mais finos, com fundo estreito, e sempre muito limpos, ajudam na formação do colarinho

 

NOVE REGRAS PARA O CHOPP PERFEITO

1 - A purificação

Cada copo tem de ser minuciosamente esfregado, em escovas fixadas na cuba da pia, por dentro, por fora e na base. Depois, é enxaguado em outra cuba, com água corrente. Essa etapa inclui erguer o copo na altura dos olhos para ver se as gotas estão correndo uniformemente, um dos indícios para saber se está bem limpo. Isso impede que o colarinho desapareça rapidamente, evitando o risco do chopp ficar "desprotegida".

2 - O sacrifício

O primeiro jarro da chopeira deve ser degustado para verificar o sabor e a essência do chopp. Isso garante que a bebida colocada no copo esteja realmente fresca e impede a existência de um excesso indesejado de creme.

3 - A inclinação

O copo deve ser segurado logo abaixo do bico da torneira, com uma inclinação de 45°, e não pode tocar o bico.

4 - O colarinho

A formação do creme ocorre naturalmente pela inclinação correta do copo e, depois, quando ele é abaixado. Ao circular, a bebida ganha uma proporção ideal entre espuma e líquido. O creme inicial é importante para evitar que o chopp entre em contato com o ar e perca sabor e aroma.

5 - A retirada

O copo deve ser removido do jato do chopp com rapidez e precisão, de maneira a evitar que alguma gota entre em contato com o ar, oxide e interfira no sabor do chopp.

6 - A guilhotina

O excesso de creme formado no topo da taça deve ser "gentilmente cortado" com uma espátula inclinada a 45°. Isso evita que o creme do chopp abaixe rapidamente.

7 - O julgamento

Há uma quantidade de creme considerada correta: 3 cm - nem mais nem menos, o equivalente a cerca de dois dedos. Essa camada cria um "chapéu" de proteção para a bebida.

8 - A limpeza

Antes de ser entregue ao consumidor, o copo precisa ter a parte externa lavada.

9 - Apresentação

A taça é servida ao cliente com uma bolacha de papel na base, com o logotipo virado para o cliente. E, ao entregá-lo, o bartender deve desejar "saúde".

 

EQUIPAMENTOS PARA SERVIR CHOPP KREMER

Válvula Válvula extratora a gás: faz a conexão do barril com a chopeira e com o cilindro de gás carbônico. Funciona com gás sob pressão.
 
Regulador Regulador de pressão: equaliza a pressão do gás carbônico, que serve para impulsionar o chopp para fora do barril. Tem dois manômetros, um para medir a quantidade de gás e outro para medir a pressão do barril.
 
Barril Barril: cilindro de metal hermeticamente fechado com um sistema de vedação da parte superior, para estocar a quantidade de chopp específica para seu tamanho.
 

Cilindro Cilindro de CO2: cilindro de metal usado para estocar gás carbônico, que será usado para impulsionar o chopp para fora do barril. Deve ser colocado longe de fontes de calor e luz solar.
   
Chopeira Elétrica Chopeira elétrica: é a parte que fica à vista. Tem uma ou duas torneiras para extração do chopp na parte frontal. A parte mais importante é o motor de refrigeração, que deve permanecer com as janelas de respiração sempre livres. Na parte inferior fica a conexão com o sistema de tiragem de chopp.

Clique nas imagens abaixo para ampliar

 

MONTAGEM DO EQUIPAMENTO

A chopeira deve ser colocada a, no mínimo, quatro metros de distância de qualquer fonte de calor. As chopeiras elétricas devem estar próximas a tomadas e de um ramal de água para a lavagem de copos e serpentinas.


Sistema pressurizado de CO²:


• Montar a válvula extratora com mangueira (A);

• Recortar o lacre de forma que a boca do barril fique exposta;

• Acoplar a válvula (B) sobre a boca do barril;

• Exercer pressão sobre a válvula e ao mesmo tempo girá-la para a esquerda (sentido horário);

• Conectar a outra extremidade da mangueira (C) à caixa (serpentina);

• Colocar gelo no interior da caixa de forma que a serpentina fique coberta;

• Travar a vávula (D) puxando-a no sentido do corpo ( ) e ao mesmo tempo para baixo ( );

• Abrir a válvula (E) do gás e em seguida abrir a válvula (F) ideal 2,5 a
2,8 kgf/cm3 (bar);

• Abrir a torneira (Y) puxando-a para frente para extrair o chopp;

• Ajustar a vazão de saída do chopp através da válvula (X).

Esquema de Montagem
Sistema Montado 

 Clique nas imagens abaixo para ampliar

 

LIMPEZA DO SISTEMA

Kremer Cervejaria
Periodicamente deve ser executada a limpeza interna da serpentina, de forma a manter o canal de passagem do chopp sempre limpo para não afetar o sabor do produto. Essa limpeza é fácil de ser feita:

• Feche a passagem do chopp na válvula extratora. Solte a união rosqueada da válvula extratora para liberar a mangueira do chopp;

• Abra a torneira de extração da chopeira para esvaziar a serpentina;

• Ligue uma mangueira de água à extremidade livre da mangueira de chopp. Abra a água e deixe-a correndo por pelo menos 3 minutos, para lavar internamente a serpentina;

• Feche a torneira de extração e a de água ao mesmo tempo. Dessa forma, a serpentina ficará totalmente cheia de água, deixando-a assim até o dia seguinte, quando então é feita novamente a ligação da mangueira do chopp com a válvula de extração;

• Quando for iniciada a extração no dia seguinte, abra em primeiro lugar a torneira da chopeira, depois libere a passagem do chopp, abrindo a válvula extratora. Agindo assim, toda a água do sistema será eliminada, e o chopp começará a fluir normalmente após alguns instantes.

 

SOLUÇÕES DE PROBLEMAS

O chopp nÃo flui:

• Verifique se o barril não está vazio.

• A válvula extratora foi devidamente engatada ao barril (certifique-se de que ela esteja bem engatada e com a alavanca ou manete abaixado, deste modo abrindo a passagem do chopp para a mangueira).

• Verifique (no caso de chopeira a gás) se o cilindro de CO2 não está vazio, com baixa pressão, com registro fechado (no caso dos manômetros de relógio) ou com sua mangueira dobrada.

• Verifique, no caso das chopeiras dotadas de torneira italiana, se sua alavanca lateral controladora de fluxo não está totalmente erguida, fechando a passagem do chopp.

• A serpentina pode ter congelado, portanto desligue o equipamento (no caso das máquinas elétricas) ou retire o gelo em contato com a serpentina (no caso dos equipamentos a gelo) para descongelar o sistema.


O chopp tem pouca espuma:

• O chopp pode estar frio demais.

• A pressão interna do barril está muito baixa, necessitando de um novo cilindro de CO2 ou mais bombeamento.

• O abastecimento de CO2 foi de algum modo interrompido.

• Os copos podem não estar adequadamente limpos.


O chopp tem espuma demais:

• O chopp está quente.

• A pressão interna do barril está alta, sendo necessário regular a pressão no cilindro de CO2.

• O chopp ainda está muito "agitado" pois a extração do barril foi iniciada logo após o transporte.

 

FABRICAÇÃO DO CHOPP KREMER

FabricaÇÃo:

Onde o Malte moído é solubilizado com água cervejeira na Tina de Mostura e ocorre uma série de ações enzimáticas, sendo a principal a açucaração do amido do malte. Esta mistura é então filtrada naTina de Clarificação, onde se separa a fase sólida (Bagaço) de fase líquida (Mosto).

 

Clique nas imagens abaixo para ampliar

O Mosto é fervido com adição lúpulo no Cozinhador, onde são definidas certas características de qualidade. O Mosto quente é então bombeado para Whirlpool, onde determinadas partículas indesejáveis (trub) são eliminadas. Em seguida o Mosto é resfriada e enviado para Fermentação.

Clique nas imagens abaixo para ampliar


FermentaÇÃo/MaturaÇÃo:

A fase de Fermentação começa com o envio do mosto ao tanque fermentador onde é adicionado a levedura cervejeira que atuará na transformação dos açucares em álcool e CO². Este processo de fermentação que poderá levar até 06 dias.

Clique nas imagens abaixo para ampliar

A fase de Maturação irá agregar o aroma e o paladar do chopp e é nesta fase também que ocorre a saturação de CO² e a clarificação do produto.

   


FiltraÇÃo:

É nesta fase que o chopp adquire a sua forma características, pela remoção das partículas em suspenção turvadas e do fermento cervejeiro. Ao final deste processo o produto enviado aos Tanques de Pressão e está pronto para ser envasado. A Validade do chopp em boas condições de conservação é de 15 dias.

 

 

Kremer Franquias

Com o desejo de crescer, junto com novos investidores, a Kremer Cervejaria abre suas portas para uma parceria de sucesso.
Saiba Mais
 

Kremer Cervejaria

A Kremer Cervejaria é uma empresa 100% brasileira e já nasceu com uma filosofia diferenciada, voltada para atender o consumidor final com qualidade na fabricação do chopp.
Saiba Mais
 
Fale Conosco
 
Entre em contato conosco, teremos imenso prazer em atendê-lo.

Est. Municipal Lúcio Roque Flaibam, Km 0,8
Buenópolis - Morungaba - SP

Comercial: (11) 4014.6002

contato@choppkremer.com.br

Siga-nos

Facebook Kremer   Twitter Kremer   Linked Kremer   Youtube Kremer
 
Vídeos
 
Mais Vídeos
 
Cadastre-se
 
Cadastre-se e receba nossas notícias, novidades e informações por e-mail e SMS.
Nome:
Email:
 
  Celular:  
   
Artigos
Artigos
 
 
21.Jul.2014

Não é apenas o Chopp que as canecas podem armazenar. Com esse acessório super descolado, você pode g...
14.Jul.2014

Uma prova de que chopp e comida combinam está nessa opção muito criativa. Já pensou ter uma dessas ...
 
3.Jul.2014

No último mês de Maio, o diretor da Kremer Cervejaria, João Leite, comemorou com imensa satisfação o...
14.Mai.2014

Mais uma cidade recebeu neste mês de Maio, uma unidade franqueada da Kremer Cervejaria. A Chopp Krem...
 
2.Mai.2014

O Dia das Mães está chegando e esta data merece uma comemoração especial. Reserve sua chopeira Chopp...
23.Abr.2014

A feijoada, um dos pratos mais famosos da culinária brasileira, se originou por meio dos costumes do...
 
             
 
 
Chopp como opção de bebida nas festas de fim de ano

Com a chegada das festas de fim de ano, começam também os muitos motivos para encontros e comemorações, junto aos amigos e familiares. Para todos estes momentos de celebração, o chopp se apresenta como uma ótima opção, já que é uma bebida que agrada a grande maioria dos brasileiros.

Diante deste cenário, o chopp, que já era bom, está se tornando cada vez mais elaborado, por meio do investimento na qualidade das matérias-primas e na contratação dos melhores profissionais e fornecedores, tudo isso sem perder a característica produtiva artesanal, como é o negócio da Kremer.

Pode-se dizer que a fabricação dos produtos Kremer é considerada uma arte, sendo referência de sabor e cremosidade, surpreendendo todos os tipos de consumidores, principalmente os mais exigentes. Confira as três opções de chopp produzidas, certamente uma delas combinará com o cardápio das festas de fim de ano.

Saiba Mais
 
 
Os tipos de Chopp Kremer

Chopp Kremer Pilsen: Produto cremoso, clássico e encorpado, produzido com malte e lúpulo importado de alta qualidade, o que confere ao produto excelente aceitação junto aos seus consumidores.

Chopp Kremer Escuro: Produto cremoso, suave, produzido com matérias-primas de alta qualidade, pode ser servido em todas as estações e harmonizado com os mais diversos pratos da culinária brasileira.

Chopp BlacKremer: É um chopp requintado e muito especial. Preparado com malte de alta qualidade, levemente torrado e com uma formulação exclusiva, proporciona uma experiência única àqueles que o saboreiam.

O Chopp Kremer é fabricado na cidade de Morungaba. Possui tecnologia de ponta e instalações que são atrativos turísticos para a região. Por isso, em parceria com o SEBRAE, faz parte do projeto "Colhendo Frutos com o Turismo", o qual tem como objetivo contribuir com o desenvolvimento sócio-econômico da região, de forma sustentável.

Saiba Mais
 
 
Chopp para harmonizar um prato

Estudos revelam que o paladar humano se satura durante a refeição e por isso não se sente exatamente o mesmo gosto da primeira à última garfada, ou gole. Para resolver tal situação, uma boa pedida é harmonizar a comida com a bebida, a fim de que tais sensações não se percam, ou, até mesmo, se modifiquem durante a alimentação.

Dentre as muitas opções de acompanhamentos líquidos, podemos destacar o vinho, a cerveja e, um dos mais apreciados pelos brasileiros, o chopp.

Por ser extremamente suave e refrescante, o chopp é sem dúvida a bebida que mais combina com diversos tipos de cardápio, principalmente quando se trata de petiscos e entradas, dentre eles as comidas de boteco, que cada vez mais têm caído no gosto de todos.

Com tanta variedade do produto, fica difícil não encontrar uma versão que combine com determinado prato.

Saiba Mais
 
 
 
 
Comidas que combinam com cada tipo de Chopp Kremer

Que Chopp Kremer eu peço? Essa talvez seja uma pergunta frequente para quem gosta de harmonizar a bebida com a comida. Embora não haja uma regra específica, quando há uma feliz harmonização entre os dois, o resulto é especial. Confira nossas dicas:

Chopp Kremer Pilsen (claro): pratos mais salgados, picantes, queijos macios, receitas com carne seca ou que levam bastante cebola ou alho ficam uma delícia quando combinadas com essa bebida.

Chopp Kremer Escuro: petiscos um pouco mais leves, como uma batatinha bem temperada. A bebida escura também combina maravilhosamente bem com alguns pratos à base de massa e aves, ou petiscos, como amendoins e castanhas.

Chopp BlacKremer: iscas de frango, frango à passarinho e carnes vermelhas são ótimas opções de combinações para o Chopp BlacKremer, pois se trata de chopp requintado e muito especial.

Saiba Mais
 
 
Chopp é sinônimo de alegria

É quase impossível não colocarmos o chopp como sinônimo de alegria, descontração e comemoração, afinal quem nunca ouviu "Hoje é dia de um "choppinho" com os amigos" em tom de total animação? Pois é, essa é a marca da bebida.

Presente em botecos, bares, restaurantes, lanchonetes, shoppings e casas noturnas, seja em happy hours com os amigos de trabalho, da faculdade, em casal ou família, o chopp é o símbolo da celebração de momentos felizes. Prova disso é o pensamento que temos toda vez que algo bom acontece, o "brinde" é o primeiro desejo e aí que entra, novamente, o chopp.

Com a crescente paixão dos brasileiros pela bebida, algumas empresas se tornaram especialistas no assunto, como é o caso da Kremer Cervejaria.

Saiba Mais
 
 
Diferença entre o chopp e a cerveja

*A primeira diferença entre o chopp e a cerveja é que esta recebe mais uma etapa no processo de sua fabricação: a pasteurização. O chopp é uma bebida mais fresca e não contém tanto gás;

*O Chopp não é pasteurizado, ao contrário da cerveja. É leve, como o clássico paladar da baixa fermentação;

*Validade: geralmente os barris têm que ser consumidos em 15 dias. Depois de abertos, são no máximo 72 horas para o consumo, para que ele não perca suas características originais, já a cerveja pode ficar 6 meses fechada e precisa ser consumida em poucas horas;

*O envasamento do chopp é feito em barris de 10 a 50 litros e a cerveja, por sua vez, se condiciona em garrafas ou latas;

*A presença de gás carbônico no chopp se dá de maneira natural no processo de fermentação, já na cerveja também surge naturalmente no processo de fermentação, antes e/ou após o envasamento, porém não recebe carga extra de gás carbônico;

*O chopp não contém estabilizantes. A cerveja contém;

*A cerveja surgiu em 1876, com a invenção da pasteurização e o chopp há 6 mil anos atrás.

Saiba Mais
 
             

Copyright 2012 - CERVEJARIA KREMER - Todos os direitos reservados 
Desenvolvimento:NW Mídia Marketing Digital Agência de Publicidade Aplicativos Tablets Marketing em Redes Sociais Otimização de Sites