Chopp é mais leve quando comparado à cerveja?

19 de agosto de 2021 | Por admin

Basta uma comemoração ou momento de lazer, que não faltam motivos para apreciar uma cerveja ou um bom e velho chopp, bebidas tão queridas por nós, que fez o Brasil registrar, no ano passado, o maior volume de vendas nos últimos seis anos, segundo a Euromonitor.

Só que, apesar da popularidade, você já deve ter ouvido alguém dizer que prefere o chopp a cerveja por causa da leveza do sabor, o que pode dar a falsa sensação de baixo teor alcoólico. Mas como a verdade não é bem por aí, hoje vamos esclarecer essa antiga polêmica. Então, preste bem atenção nesse post para instruir aquele camarada que utiliza a informação errada na hora de escolher o que beber.  

Prefere cerveja ou chopp? Entenda as diferenças

Quem nunca marcou de beber uma cerveja com um amigo, mas, chegando na hora, acabou optando pelo chopp? Isso mostra como muitas pessoas têm o costume de dar o mesmo nome a essas duas bebidas diferentes, sem levar em consideração onde cada uma é colocada.

Quando escolhemos uma cerveja, que é armazenada em latas ou garrafas, é importante saber que ela é diferente do chopp, que é armazenado em barril e pressurizado com gás carbônico, o que garante seu frescor e o famoso “colarinho” de três dedos quando o extraímos da chopeira.

Já mostramos aqui os quatro passos para se tornar um expert em cervejas, então, agora você vai ficar sabendo que, quando falamos sobre o chopp, é verdade que ele realmente tem um sabor mais leve, mas isso não é porque o teor alcoólico da bebida é menor, e sim por causa de um processo chamado pasteurização que a cerveja passa e ele não.

Mas o que é pasteurização?

Para entender a principal diferença entre o chopp e a cerveja, é preciso saber, primeiramente, que a pasteurização nada mais é que um processo térmico que a cerveja passa para eliminar ou reduzir a concentração de micro-organismos que podem deteriorá-la ao longo do tempo.

Por ser pasteurizada, a cerveja tem uma longa vida útil, então, é por isso que quando vamos conferir o prazo de validade na garrafa, geralmente passa dos seis meses. 

Já o chopp, como não é pasteurizado, em média, deve ser consumido em torno de 15 dias. Embora esse processo possa alterar levemente o sabor de uma bebida, ele não interfere de nenhuma forma no álcool.

Mais parecidas do que se imaginava

É bem por aí! O processo de produção do chopp e da cerveja são iguais, pois passam pelas mesmas etapas, o que difere é a pasteurização. 

Tanto que, segundo a mais recente Instrução Normativa do Ministério da Agricultura sobre o assunto (IN n.º 65 de 10/12/2019), só é permitido chamar de chopp se não passar pela pasteurização, sendo este o ponto crucial de diferenciação entre as duas bebidas.

Quer dizer que o teor alcoólico é o mesmo que o da cerveja?

Bem, se a diferença entre as bebidas é a pasteurização e esse processo não interfere no álcool, então podemos considerar que o teor alcoólico é praticamente o mesmo da cerveja, ao contrário do que muitos pensam por aí. 

É claro que quando você for analisar vários chopps, encontrará muitas variações no teor alcoólico de acordo com o tipo de bebida, assim como as cervejas. No geral, o teor do chopp claro fica entre 3,8 e 4,7 % V.V. Como um bom exemplo, o nosso clássico Pilsen, que tem o teor alcoólico de 4,0%, nada muito distante de cervejas pasteurizadas tradicionais. É importante ressaltarmos que chopp e cervejas seguem o mesmo teor alcoólico quando possuem o mesmo estilo.  

 

Agora que você já sabe que a diferença entre as duas bebidas é a pasteurização, que tal degustar um Chopp de Origem e apostar numa comemoração completa com canecas, avental e utensílios especiais?  Conheça o Universo Kremer e os produtos da nossa boutique clicando aqui!

 

Para continuar nos acompanhando, fique atento ao nosso Instagram e Facebook, lembrando que também estamos no LinkedIn. Acompanhe nossas redes e fique sempre por dentro das melhores dicas.

 

Cuide bem da sua Kremer e até o próximo post!