Home

Kremer

 
A Cervejaria Kremer Chopp Kremer Chopp Kremer Express Kremer Franquias Boutique Kremer Blog Contato
Contato Facebook Kremer Twitter Kremer Youtube Kremer
 
 
dez 22, 2016
Editor

Consumo de cervejas artesanais cresce no Brasil

O mercado de cerveja artesanal está em plena ascensão no Brasil. Segundo dados da Abracerva (Associação Brasileira de Microcervejarias), o crescimento entre 2011 e 2015, chegou aos 30%. Isso só confirma que o segmento tem sido uma boa oportunidade de investimento para quem quer abrir um novo negócio, além de mostrar que o estilo artesanal caiu de vez nas graças do consumidor brasileiro.

E é dessa forma que a Kremer Cervejaria entra forte neste mercado. Produzidas com maior cuidado, as Cervejas Especiais Kremer levam em consideração os variados aromas e sabores, buscando atender consumidores cada vez mais exigentes. Para isso, ingredientes altamente selecionados são utilizados, como por exemplo a matéria prima, que tem origem de países europeus. Até mesmo a garrafa, rótulo e outros detalhes ganham uma atenção diferenciada na hora de serem produzidas, oferecendo um visual muito mais refinado.

Na Kremer Cervejaria você encontra as artesanais Golden, Weiss, Witbier e Dunkel que conferem ao consumidor uma perfeita harmonização com diferentes tipos de pratos e ocasiões. E além do mais, se você ainda quer investir nesse mercado, pode se tornar um franqueado Chopp Kremer Express, distribuidora exclusiva dos nossos chopes e cervejas artesanais de qualidade. Se ficou interessado, saiba mais no link: http://bit.ly/2gp1OSC

dez 9, 2016
Editor

Kremer Dunkel

Nossa quarta novidade, é uma cerveja escura tipo extra no estilo MUNICH DUNKEL. Ideal para quem gosta de cervejas mais intensas e encorpadas, que harmonizam bem com pratos de sabor intenso.

Dunkel

De origem alemã, a Kremer Dunkel possui um “blend” de maltes especiais, o que lhe confere um aroma com notas de chocolate, nozes e caramelo. Além disso, sua baixa fermentação proporciona uma cor mais escura, que vai do cobre profundo ao marrom-escuro. Aliás, o próprio nome revela isso, já que Dunkel, significa “escuro”, em alemão. Com relação ao sabor, a Kremer Dunkel revela um suave caramelo, associado a um amargor moderado.

Harmonização

Uma dica importante na hora de harmonizar, é sempre estar ciente de que quanto mais escura a cerveja, mais escura deve ser a comida. Isso se deve pelo fato de que a Kremer Dunkel tem um sabor mais tostado, o que combina bem com os mesmos sabores de comidas assadas ou grelhadas. Uma boa pedida na harmonização são queijos tipo Cheddar, Parmesão, Gruyère ou Emmental, além de pratos temperados e mais intensos como carne suína, javali e carnes assadas.
Agora que você já sabe detalhadamente as características das 4 Cervejas Especiais Kremer, não perca mais tempo e leve essas realezas para suas festas de fim de ano!

dez 8, 2016
Editor

Kremer Witbier

Alguns momentos merecem ser coroados. Pensando nesse espírito de festas e comemorações de fim de ano, a Kremer Cervejaria desenvolveu 4 cervejas artesanais que irão combinar perfeitamente com essa época do ano. Uma delas é a Witbier, que apresentaremos no post de hoje!

Kremer Witbier

Produzida como nas cervejarias da Bélgica, na região de Flandres, a Kremer Witbier é uma cerveja especial tipo ALE WITBIER. Suas características principais consistem em puro malte de cevada, trigo não maltado na formulação e água da montanha.

De alta fermentação, a Kremer Witbier possui um acentuado sabor de trigo, em equilíbrio com o amargor do lúpulo, além de sabor cítrico diferenciado, com toques de coentro, casca de laranja e maracujá.

Deu água na boca, não é mesmo?

Harmonização

Com a Kremer Witbier, você pode fazer deliciosas harmonizações com queijo do tipo Mozzarella acompanhado de uma salada de folhas verdes. Nessa época do ano a praia é um destino bastante procurado pelos brasileiros e a Kremer Witbier é uma cerveja que harmonizará com seu verão, e perfeitamente bem com frutos do mar, como por exemplo, lagosta, camarão e mexilhões.

dez 7, 2016
Editor

Kremer Weiss

Nossa segunda novidade foi feita para aqueles que são apaixonados por cervejas que podem ser degustadas com pratos mais fortes e apimentados. Com a Kremer Weiss, ao invés de elogios, você receberá reverências!

Kremer Weiss

Produzida como nas cervejarias da Baviera, na Alemanha, sua composição consiste em puro malte de cevada, trigo não maltado e água da montanha. Aliás, o nome Weiss em alemão, significa “branco”, que é a coloração natural das cervejas produzidas com esse cereal.

Uma outra característica da Weiss, é que ela permite a ação das leveduras na bebida, mesmo após sua saída da cervejaria. Essa ação constante confere uma turvação característica, só encontrada nas cervejas de trigo, além de um leve sabor frutado.

Harmonização

A Kremer Weiss é uma cerveja que pode ter uma harmonização por oposição, ou seja, uma harmonização onde os sabores – da cerveja e da comida – se chocam. Nesse caso, a bebida combina bem com queijos tipo Mozzarella, Gouda, Camembert ou Brie, além de comidas mais apimentadas, como as mexicanas. Isso se deve porque o lúpulo consegue cortar bem o efeito das pimentas, proporcionando uma melhor apreciação dos sabores – tanto do prato, quanto da cerveja.

Fique ligado que no próximo post iremos revelar mais uma de nossas Cervejas Especiais Kremer!

dez 6, 2016
Editor

Kremer Golden

Depois de muito mistério, finalmente foram reveladas as Cervejas Especiais Kremer. E junto com elas, vem aquela vontade irresistível de prová-las, não é mesmo? Mas não se preocupe. No post de hoje vamos conhecer detalhadamente a primeira realeza desse quarteto que veio para mudar o seu conceito sobre cervejas artesanais.

Kremer Golden

A Kremer Golden é uma cerveja Lager Extra PURO MALTE, de cor ouro-claro, límpida e com colarinho branco e cremoso. Seu aroma é predominantemente doce, além de possuir um acentuado sabor de malte Pilsen, em equilíbrio com notas de especiarias e lúpulos nobres. Por trás do malte, a Golden Kremer revela um delicado amargor, o que confere um sabor diferenciado à bebida.

Harmonização

Agora que você já conhece as principais características da cerveja, nada mais justo do que saber com quais pratos você poderá harmonizá-la.
Em uma regra simples, é sempre importante saber que cervejas leves, harmonizam com pratos leves, assim como cervejas mais fortes, intensas e incorporadas harmonizam melhor com comidas mais pesadas e gordurosas. No caso da Kremer Golden, os pratos mais leves são a melhor opção, podendo harmonizar com queijos do tipo Brie e Camembert, além de saladas e carnes mais leves, como as brancas.
Ah! Vale lembrar que para uma boa sequência de degustação de Cervejas Especiais, é sempre recomendado o início por cervejas estilo Lager. Neste caso, a Kremer Golden é a pedida perfeita para iniciar o seu menu de degustação de Cervejas Especiais Kremer.

nov 14, 2016
Editor

Receita – Bolinhas de Cream Cheese

Beber um Chopp Black Kremer geladíssimo é uma delícia, mas acompanhado de um aperitivo é melhor ainda! Na dica de hoje, vamos ensinar a fazer deliciosas bolinhas de cream cheese que rendem 6 porções!

Ingredientes

- 1 Embalagem de cream cheese

- 400g de ricota amassada

- Suco de 1/2 limão

- Sal a gosto

- 2 Colheres (sopa) de azeite

- Orégano, salsa e pimenta calabresa

Modo de Preparo

- Em uma tigela, misture o cream cheese, a ricota, o suco de limão, o sal e o azeite.

- Modele as bolinhas com essa massa e passe-as alternadamente, pelo orégano, pimenta calabresa e salsa.

- Sirva com torradas e pedaços de pão!

nov 3, 2016
Editor

A cerveja e os egípcios

“A boca de um homem perfeitamente contente está repleta de cerveja”

Poderia ser uma frase dita por qualquer pessoa, mas não é. Esse provérbio foi encontrado na cidade egípcia de Dendera, datado há mais 5 mil anos atrás!

O uso da cerveja era apreciado tanto por adultos e crianças, e ia muito além de uma simples bebida. Na realidade, a cerveja era usada até como prescrição médica no tratamento de diversas doenças, além de servir de oferenda para os deuses da época.

Em escavações feitas próximas à Grande Pirâmide, no complexo de Gizé, foram encontradas pistas de que haviam padarias e cervejarias utilizadas para alimentar os trabalhadores locais. E não é de se descartar também, que a tradicional bebida era usada até como forma de pagamento para esses trabalhadores.

Como deu para notar, a tradição da cerveja movimenta o mundo há milhares de anos e até hoje não é diferente. Ou vai dizer que um vale-chopp Kremer não cairia bem?

Páginas:12»